A gestão financeira empresarial é uma tarefa essencial e exige muita dedicação, devendo ser feita com visão sistêmica e de longo prazo, garantindo sustentabilidade, perenidade do negócio e retorno de investimento a todos os stakeholders.

Nos dias de hoje ouvimos muito falar da importância da Gestão Financeira Empresarial, onde são apresentadas inúmeras ferramentas, estratégias para obter os melhores resultados, os KPI’s (indicadores) mais usados, técnicas de alta performance, entre outros.

Mas será que todos sabem o que realmente é fazer a gestão financeira da sua empresa ou negócio? AFIRMO QUE NÃO! Geralmente os empresários deixam a gestão financeira do negócio em segundo plano para que possam dar conta dos outros setores como produção, vendas, compras, além de cuidar das rotinas diárias; muitas vezes ainda esse setor, que é a “defesa” da empresa, fica nas mãos de funcionários e o dono só sabe quando falta dinheiro para pagar as contas. E quando a gestão é feita assim, a saúde financeira da empresa está comprometida e se torna um impeditivo para a continuidade ou crescimento da mesma.

Para podermos utilizar toda a tecnologia e conhecimento disponíveis, temos que entender o essencial para termos sucesso e resultados efetivos. E sabe o que é essencial? Conhecer seu negócio através de seus números: suas despesas, suas receitas, seu processo de precificação, seu lucro. E separar o que é da empresa e o que é do dono da empresa! Quando falamos em conhecer despesas e receitas, estamos falando em ter mapeado tudo que acontece na empresa e que envolve dinheiro, por menor que seja o valor. E esse mapeamento fica simples quando a empresa utiliza ferramentas básicas como planejamento financeiro, orçamento financeiro empresarial e fluxo de caixa!

Nos diagnósticos iniciais das consultorias, costumo ouvir dos empresários “não sei para onde o dinheiro da minha empresa está indo” ou ainda “vendo tanto e minha empresa não dá lucro”; e sempre faço as perguntas: você faz planejamento financeiro? Você faz acompanhamento de fluxo de caixa? Você tem orçamento empresarial? Em 90% das situações a reposta é NÃO e muitas vezes vem seguida da justificativa “minha empresa não é tão grande para ter tudo isso”. Aí que está o erro fatal! Por menor que seja a empresa, a gestão financeira precisa ser feita e feita diariamente! O ideal é que se tenha um bom software de gestão, mas se não dá pra ter, faça planilha do excel ou anote no caderno, MAS FAÇA! O que não pode é deixar as finanças da empresa soltas e sem controle.

Outra pergunta que responde a muitos dos questionamentos feitos e citados acima: suas finanças são separadas das finanças da empresa? Quase 100% das repostas são um sonoro NÃO e respondidas com “o que é da empresa é meu”. Não, o que é da empresa é da empresa, retirada de sócio é retirada de sócio! O empresário não pode misturar finanças pessoal e empresarial.

Uma gestão financeira efetiva deve ter no mínimo as atividades de: contas a pagar e receber; elaboração e gestão do fluxo de caixa; gestão de capital de giro; gestão de orçamento empresarial; gestão dos custos empresariais; acompanhamento dos indicadores financeiros; análise das demonstrações financeiras. Mas como fazer? Deixo aqui algumas dicas:

  • Reconheça a situação financeira real da sua empresa através de um diagnóstico
  • Faça gestão do fluxo de caixa
  • Faça orçamento financeiro empresarial
  • Organize seus documentos e registros
  • Apoie-se em metodologias para entender sua empresa
  • Separe finanças pessoais das empresariais
  • Controle e reduza gastos
  • Esteja cercado de bons profissionais, inclusive seu contador
  • Envolva sua equipe
  • Trace um plano de ação
  • Calcule o preço ideal para o seu produto ou serviço
  • Utilize um software online ou pelo menos use planilha
  • Registre e controle tudo
  • Empreenda com a visão financeira de longo prazo
  • Considere a ajuda de um consultor

Por fim, fazer gestão financeira é dar direcionamento para o futuro da empresa: ou você faz, ou você quebra!

Mara Stocco
Consultora e Especialista em Gestão Empresarial e Finanças